5.29.2007

PELO BEIRA-MAR, SEMPRE (Parte XII)

Numa altura de situação económica difícil do Sport Clube Beira Mar, e com a descida á 2ª Liga, seria muito importante a repescagem de vários talentos a rodarem em vários clubes, saídos das escolas do Beira Mar, para a valorização activa dos nossos jovens, que fazem falta na actual equipa de futebol profissional, a serem incorporados a custo zero, a saber;

Diogo Valente, Cristóvão, André, Godofredo, Marcelo, Diogo Filipe, Bruno Resende, Ladeira, João Paulo, Mark Vale, Hippy, Baldé, Fábio, Semedo, Nelson, Pinho, Pires, Magno, etc., entre outros, com idades menores em formação.

Este foi um trabalho agressivo da ex-Direcção, com os seus custos, num investimento que surgiu seus valores e urge aproveitar, cujos talentos saídos a tempo das escolas de formação, que em boa hora deixamos, um Plano de Acção viável, em todas as vertentes que o clube obriga.

As actividades amadoras, são a vivência e futuro do nosso Beira Mar.

São ideias de reflexão, que todos devemos aproveitar e melhorar.


Óscar Paulo

15 comentários:

PSousa*Bancada Directa* disse...

Concordo Oscar, pois a formação tem de ser o motor activo dos clubes, e para que isso seja uma realidade tambem tem que se trabalhar bem nessas areas e ter pessoas competentes e que quem seja treinador principal tenha tambem uma aposta equilibrada nos jovens...

Abraço

Anónimo disse...

Também estou de acordo com o Oscar, o Beira Mar dar prioridade á formação.
O investimento de hoje é a garantia no futuro.

Mario disse...

Aqui estão os reforços necessarios.

Rui Marques disse...

Acabei sem perceber se o texto era para as modalidades amadoras ou para a formação. É que se for para as modalidades amadoras há que não esquecer o infeliz papel da última direccão, como comprovam alguns escritos pela blogosfera envolvendo o autor deste post...

Hugo Reis disse...

"As actividades amadoras, são a vivência e futuro do nosso Beira Mar."

Estou completamente de acordo com esta ideis...mas interrogo-me...

Porque mudou de opinião passado somente 3 anos?

(É que em 2004 terminou com os séniores masculinos de basquetebol do clube...)

Hugo

Neves disse...

Sr. Paulo, concordo com tudo o que disse, e até gostaria de acrescentar mais: quando a sua direcção decidiu terminar o basquetebol senior do beira-mar, e colocaram o seu filho a representar o clube no Aveiro Basket (quantos anos ele jogou basket no Beira-Mar?) viu-se o belo resultado que deu. Onde estava nessa altura a vivência e o futuro do nosso Beira-Mar?

Não publique este comentário que o pode colocar numa situação difícil, se bem que por um lado ou por outro, a comunidade do Beira-Mar vai ficar a saber desta história.

Cumprimentos e viva o nosso Beira!

Anónimo disse...

estão parados????

Anónimo disse...

Gostava de ler aqui a opinião do Eng. Alberto Roque sobre o novo protocolo em preparação entre a CMA e o nosso SCBM...

Anónimo disse...

É hora de reactivar este blog.
Ponham o dedo na ferida.

Anónimo disse...

Como é possível, o relvado do «Municipal» de Aveiro, ao fim de apenas dois dias de chuva, ter chegado ao estado a que chegou?



O que faz a EMA, afinal? Ou a responsailidade não é da EMA? Como é possível tanta incompetência? E porque é que a incompetência alastra, a todos os níveis, em Aveiro?

Anónimo disse...

Então ninguem diz nada no meio deste lamaçal.
J. Quintas

Anónimo disse...

Apareçam!

Anónimo disse...

Rapaziada, como é?

Anónimo disse...

Vamos ter eleições.
O anuncio foi hoje, a equipa deste blog tem responsabilidades. deiem o vosso contributo às eleições.
Zé Vinagre

Anónimo disse...

Tá tudo à defesa?
Zé Santos